top of page

Como identificar a canela verdadeira?

Você sabia existe uma canela chamada de verdadeira? Ela é a canela-do-Ceilão (Cinnamomum verum ou C. zeylanicum) e as demais são consideradas falsas canelas ou cássias. Existem inúmeras variedades chamadas de canela, mas 4 tipos são mais usados para fins comerciais, são elas: canela-do-Ceilão (Cinnamomum zeylanicum ou C. verum; canela verdadeira), canela-cássia (Cinnamomum cassia; canela-da-China), canela-Saigon (Cinnamomum loureiroi; canela-do-Vietnã) e canela-Korintje (Cinnamomum burmannii; canela-da-Indonésia). Com exceção da canela-do-Ceilão, as canelas são classificadas dentro da categoria cássia (ou falsas canelas), sendo muito semelhantes entre si, com apenas pequenas variações na cor, sabor, forma e conteúdo de cumarina.


Não significa que as falsas canelas são falsificadas. A canela verdadeira ganhou esse nome porque foi a mais difundida e utilizada na Europa, foi a primeira trazida pelos exploradores europeus de especiarias na época (400 anos atrás) que fazia-se esse tipo de viagem. Depois disso, foi “descoberta” por esses exploradores a falsa canela, cassia, e ela começou a ser mais comercializada por ser muito mais barata.


As falsas canelas compartilham diversas semelhanças entre si, sendo bem difícil identificar visualmente qual é qual. Elas são de casca grossa, quando compramos o pau ou a rama essa é composta por apenas uma volta. São bem duras, de sabor mais intenso e com altos níveis de cumarina, uma substância conhecida por causar danos ao fígado, enquanto a do ceilão é a única canela com níveis baixíssimos de cumarina. Entre as falsas canelas, existe uma certa variação de nível de cumarina entre elas, sendo que a de Saigon é a que aprensenta mais alto nível. A variedade que encontramos amplamente a venda nos comércios do Brasil é a cássia. Todas as variedades possuem o mesmo uso culinário, podendo ser utilizadas em pratos doces e salgados (como carnes e em masalas).



A canela verdadeira (ou do Ceilão) tem a casca mais mole e quebradiça, por isso os cultivadores conseguem fazer um charutinho com diversas camadas (foto abaixo). É mais clara, possui nível bem baixo de cumarina e seu sabor é mais doce e equilibrado que as demais (eu amo!). Porém o pau dela é bem mais caro e não é vendido no Brasil ainda, a minha que tenho aqui em casa eu comprei fora do Brasil. Tenho notado que hoje em dia tem a venda na internet (nunca comprei) a canela verdadeira em pó, mas desconfio que todas são batizadas (pó não puro).




Todas são medicinais, porém a verdadeira é a única indicada para tratamento de alguma doença como diabetes e colesterol alto. Isto por conta do seu baixo nível de cumarina, uma substância considerada tóxica, principalmente para aqueles que possuem sangue “fino”.


Veja a diferença de uma falsa canela e uma verdadeira abaixo:




E aí, você já conhecia a canela-verdadeira? Gostou de saber tudo isso sobre ela? No meu curso Futogastronomia: A Ciência dos Temperos eu ensino isso e muito mais sobre ervas, especiarias e masalas. Inscrições e lista de espera aqui.



48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page