top of page

Como cultivar manjericão {o retorno}

Atualizado: 22 de jul. de 2022

Um dos primeiros posts que escrevi aqui no blog foi o Como Cultivar Manjericão em 2016 e ele faz sucesso até hoje. Porém, minha jornada como jardineira e escritora teve um aprofundamento muito grande de lá para cá. Senti que ele precisava de uma nova versão, mas não queria mudá-lo, não quero apagar ou alterar nossa história. Por isso, criei o Como Cultivar Manjericão {o retorno} :)





Chamamos de manjericão aquelas plantas da espécie Ocimum basilicum, porém algumas outras espécies {de mesmo gênero} também são chamadas de manjericão, como o santo (Ocimum tenuiflorum) e o cravo (Ocimum gratissimum). Por conta disso, existem mais de 300 tipos diferentes de manjericões (é tanto tipo que até dou um curso só de manjericões..rs), cada um com seu sabor, aroma, cor, porte e formato. Apesar da grande diversidade, eles podem ser cultivados mais ou menos da mesma forma, por isso o que contarei aqui valerá para todos. Lá no passado, a maioria dos manjericões eram plantas anuais, ou seja, dentro do ciclo de 1 ano eles cresciam, floresciam e morriam, porém, com o passar do tempo, foram adquirindo características mais de planta bianual (ciclo de vida entre 2 a 3 anos) ou perene (acima de 4 anos). Por isso, já deve ter ouvido que devemos cortar com frequência as flores do manjericão! Quando fazemos o corte dos pendões florais dele estamos fortalecendo e retardando sua morte. Não significa que se não podarmos ele irá morrer imediatamente, apenas poderá ir ficando mais fraco com o passar dos meses. Então a primeira dica é... a cada 3-4 meses faça uma poda mais intensa no arbusto, tirando 2/3 de seu volume de flores e folhas. Deixar um pouco de flores é importante para as abelhas, visto que é uma planta bem atrativa e útil para elas, também é interessante deixar para poder colher as sementes quando o pendão secar por completo.


Um grande erro que vejo no cultivo deles é que as pessoas ficam com dó de podar e, no fim, ficam com uma planta fraca e que só apresenta folhas na parte bem de cima. Pequenas podas frequentes, desde a muda com uns 15 cm de altura, são importantes para tornar o arbusto mais ramificado e com isso mais resistente ao vento e chuva. Algumas variedades sofrem mais ainda com a ausência de poda, como manjericão- italiano (Genovese), manjericão-italiano-roxo e manjericão-folha-de-alface. O "resíduo" da poda poderá ser utilizado na produção de novas mudas através do processo de estaquia, o qual consta com o enraizamento do ramo em terra ou copo de água. Esse grande grupo de plantas gosta de sol direto, porém não precisa ser tão abundante quando, por exemplo, as ervas do Mediterrâneo (alecrim, sálvia/salva, tomilho, lavanda/alfazema, entre outros), no mínimo 3 hortas de sol direto já é o essencial para a planta desenvolver-se bem. Por isso, aquele local um pouco menos ensolarado da horta pode encaixar-se muito bem para ele (não que a planta vá mal quando submetida a mais horas de sol por dia).


Como é nativo de regiões subtropicais e tropicais úmidas, como arredores de Índia e Tailândia, prefere um substrato/terra levemente úmido (constantemente) e rico em matéria orgânica (humoso). Bons adubos para eles são humus de minhoca, composto orgânico e esterco bovino, a sugestão é a cada adubação utilizar um tipo diferente. Por conta de sua origem, são plantas que não suportam muito o frio, ou seja, têm tendência a sofrerem (ou até morrerem) no inverno. Em climas frios, o ideal é cultiva-los em estufas nos meses mais frios do ano.


Por último, mas não menos importante, é interessante plantar tipos diferentes de manjericões longe uns dos outros, pelo menos 2 metros, pois possuem uma habilidade nata em hibridizarem e criarem uma nova variedade ou espécie. Se desejar ter manjericões espontâneos no jardim ou coletar as sementes para semear, é essencial que planeje esse distanciamento.


E aí, o que acharam do O Retorno? Escreva nos comentários abaixo.


Mais sobre cultivo de ervas aromáticas no meu curso de Horta Orgânica de Ervas Medicinais e Aromáticas e Especiarias. Inscrições abertas. Informações e informações em euro clique aqui e informações em real clique aqui.





32.210 visualizações14 comentários

Posts recentes

Ver tudo

14 Comments


Nossa, não sabia dessa dica de afastar os tipos diferentes!!! tenho o tradicional, o fino francês e o canela (que ainda bem que está um pouco mais longe), mas o tradicional e o fino estão lado a lado meeesmo!!! depois de um ano assim com vasos coladinhos ainda vale a pena afastar?

Like

Unknown member
Aug 22, 2022

excelente conteúdo em O Retorno. gosto muito dos manjericões, mas em especial o roxo, que é um desafio encontrar para comprar em muda e por falta de poda adequada está secando. Tenho um roxo que me surpreendeu com o aroma das suas flores por serem mais fortes que o do manjericão verde. Eles estão em vasos separados agora, mas já os tinha plantado em um só de porte médio. Aí sim percebi que quando estão sem ou com muito poucas flores as folhas do verde ficam bem mais aromátas, enquanto que quando floridos, as flores do de folhas verdes (que não sei qual é a espécie) são bem menos aromáticas que o das folhas roxas. Estou enganada ou é isso…

Like

Os meus manjericoes sofrem com algum bicho que corta suas pontas eu não consigo identificar o que e. Alguma dica?

Like
Replying to

Renata, tudo bom? Se você não encontra o que é, possivelmente é lesma ou caracol. Dê uma observada durante a noite para ver se encontra alguém. Ou pode ser lagarta, um indício disso são os cocos pretos que deixam ao redor da planta.

Like

Cris Mara
Cris Mara
Jul 04, 2022

Obrigada pela duca da poda! O meu esta assim Com folhas só na parte de cima.Tenbo varanda e planto em vasos .Tenho sol pela manha.

Like
Replying to

Cris, feliz em saber que as dicas foram úteis 💚

Like

Bom dia.

Tbm quero cultivar manjericão, mas em casa ñ tenho espaço nem sol pra isso.

Posso cultivá-lo em vasos?

Aguardo retorno.


Like
Replying to

Olá, Maria! Tudo bom? Sem sol a única opção é fazer na forma de brotos o cultivo do manjericão.

Like
bottom of page