Trapoeraba-azul é PANC



Hoje em dia as PANC (Plantas Alimentícias não Convencionais) são sucesso nas hortas urbanas e muitas delas são matos espontâneos comestíveis. A trapoeraba-azul (Commelina erecta) é um exemplo.

Ela é uma planta rasteira que cresce espontaneamente em frescas de calçada e paredes nas ruas das cidades e também em terrenos baldios ao longo do Brasil.

Suas flores azuis (lindas) são comestíveis e podem ser usadas na culinária para decorar pratos, como sobremesas, saladas, risotos e até mesmo para ser recheio fresco de um sanduíche. Pode ser cozida, porém perde um pouco seu encanto, pois não possui sabor e aroma pronunciados.

Folhas também são comestíveis. A planta toda possui fitatos e oxalatos, então o consumo tem cozido e moderado.

Para tê-la em casa basta colher um raminho e enraizá-lo na água ou na terra. Nunca colha e consuma algo que colheu nas ruas da cidade, pois podem estar repletas de toxinas, como asfalto. Colha sementes ou ramos e cultive a nova planta em casa e colha ela para seu consumo. Claro que se você mora em uma área afasta da urbanização pode-se fazer a colheita e consumo com maior segurança.

Mas claro, sempre tenha certeza de que a PANC que está colhendo e consumindo é realmente comestível.

Quer aprender a identificar diversas PANC e também cultivá-las? Aproveite e conheça o curso Horta de Ervas Medicinais e Aromáticas e Especiarias. Saiba mais aqui.







#herbalismo#panc#plantasalimenticiasnaoconvencionais#herbalismo#matosespontaneos #matosdecomer #florescomestiveis

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

                                                                                    São Paulo, SP - Brasil 

©Gabriela Pastro/Hortas e Saberes

                               contato@hortasesaberes.com.br