Afinal que erva é essa? Erva-de-gato, melissa ou hortelã?



Voltamos com mais confusões clássicas na identificação das plantas. Muitas dessas confusões surgem por conta que tentamos identificar uma planta pelo seu formato de folha, algo que é muito variável. Sendo que duas plantas completamente diferentes podem ter formato de folhas semelhantes.





Olhe com atenção as plantas da foto abaixo, elas são diferentes, de espécies diferentes. A da esquerda é a melissa (Melissa officinalis), rica em citral, e a erva de gato (Nepeta cataria), rica em nepetalctona.



A erva de gato (erva gateira) em seres humanos é ótima para tratar excitação nervosa e insônia. A melissa também é calmante, porém por outro espectro, ela atua trazendo um relaxamento gostoso é uma calma ao corpo cansaço, porém para nervos a flor da pele a melhor opção seria a erva de gato.

Duas plantas muito parecidas, porém muito diferentes em aroma, sabor e princípios ativos.

Algumas características que ajudarão a não confundi-las:

- Melissa: folhas recortadas, levemente triangulares. Textura áspera e com presença de “pilosidade”. Coloração verde mais escuro que a erva-de-gato, podendo ser mais opaco quando em ambientes muito ensolarados, como no Mediterrâneo, ou mais vivo, quando em ambiente de meia sombra. Aroma de cidreira, devido à presença de citral. Porte rasteiro em torno de 60 cm de altura. A melissa também muito confundida visualmente com a hortelã.

- Erva-de-gato (erva-gateira): folhas recortadas, levemente triangulares, porém maiores que as da melissa. Coloração verde claro e opaca. Textura aveludada. Aroma muito suave, quase imperceptível. Porte rasteiro, em torno de 80 cm de altura, ou seja, mais alta que a melissa.

Ou seja, tenha em mente que a identificação correta é ponto chave se você quer usar plantas medicinais. Um herbalista acima de tudo sabe identificar corretamente as plantas de um jardim medicinal e culinário e na natureza. Nos dias de hoje que falamos tanto em produtos naturais, usos das plantas para trazer saúde ao corpo, saber identificar corretamente uma planta é essencial.

A boa notícia é que esse será um dos temas bem aprofundados que abordaremos durante o curso Introdução ao Herbalismo On-line 2021. A má notícia é que as inscrições encerram-se amanhã e não teremos outra turma dentro do período de um ano. Saiba mais aqui.

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo