top of page

Confusões botânicas | Erva-cidreira

Atualizado: 3 de fev. de 2022

Às vezes, é bem difícil sabermos de qual planta as pessoas estão falando sem saber seu nome científico, por isso criamos uma série de posts aqui sobre este tema por aqui (veja ao fim da página mais textos relacionados a isto)



Costumamos chamar de erva-cidreira pelo menos quatro plantas diferentes, porém esta confusão é gerada devido a estas possuírem algumas propriedades que conferem gosto, aroma e propriedades medicinais parecidas. Todas elas apresentam o citral, um componente do óleo essencial presente nas folhas, que imprime um forte aroma de limão e tem propriedades antimicrobiana, sedativa e relaxante.






Quais as ervas costumamos chamar de erva-cidreira?



Capim-limão (Cymbopogon citratus)

Família: Poaceae


Outros nomes populares: capim-cidró, capim-cheiroso, capim-santo, erva-cidreira, erva-príncipe, limon grass.






Esta erva quase não possui caule, tem folhas bem longas e com aroma de limão. Suas flores são raras e estéreis no nosso clima brasileiro. É originária da Índia, por isso é facilmente cultivada em diversas regiões do mundo.


Possui propriedade calmante, bactericida, analgésica e desinfetante. A infusão das folhas é muito usado para combater os gases intestinais, servindo também como calmante e refrescante (chá gelado).


Por ser uma planta rústica, seu plantio e manutenção são realizados facilmente. Prefere solos frescos, sem umidade exagerada, argilosos ou próximos de cursos de água. Necessita de iluminação plena. O plantio poderá ser feito ao longo de todo o ano, por divisão de touceiras. Cresce espontaneamente, mas não suporta regiões frias.




Cidreira-de-árvore (Lippia alba)

Família: Verbenaceae


Outros nomes populares: cidreira-brasileira, erva-cidreira, erva-cidreira-de-arbusto, melissa, bushy lippia, bushy matgrass, hierba negra, pitiona.





Arbusto de pequeno porte, pouco ramificado, atingindo entre 1,5-2,0 m de altura. Seus ramos são finos, esbranquiçados, arqueados, longos e quebradiços. Apresenta flores arroxeadas. Originária da América do Sul.


Também é uma planta de fácil cultivo, adapta-se bem a vários tipos de solo. Reproduz-se bem por estaquia e também através de sementes.


O citral presente em suas folhas, e nas outras ervas-cidreiras, é eficaz para insônia, dores de cabeça causadas por estresse e para melhorar a digestão e a ansiedade. O chá é feito da infusão de suas folhas.




Melissa (Melissa officinalis)

Família: Lamiaceae


Outros nomes populares: chá-da-frança, cidreira, cidreira-verdadeira, erva-cidreira, melissa-romana, balm, balm mint, limon balm, torojil.




Erva rasteira, perene, aromática, ramificada desde a base, ereta, de 30-60 cm de altura. Suas flores têm coloração creme e são dispostas em buquês laterais. Nativa do Mediterrâneo até a Ásia Central.


É originária de clima temperado, por isto dá-se bem em temperaturas mais baixas, porém não suporta invernos rigorosos e geadas. Pode ser cultivada sob sol pleno ou a meia-sombra. Prefere solo rico em matéria orgânica, com boa umidade e bem drenado. Propaga-se por sementes, divisão de touceira e por estaquia.


É usada para diminuir gases e cólicas, estimula a transpiração. Possui propriedade calmante e digestiva. Seu macerado pode ser utilizado como repelente de insetos.




Erva-luísa (Aloysia citrodora)

Família: Verbenaceae


Outros nomes populares: cidró, cindrón, erva-cidreira, limonete, lúcia-lima, verbena e lemon verbena.





Arbusto de grande porte, atingindo entre 2-3 m de altura. Apresenta muitas ramificações, formando uma touceira bem cheia e com ramos em diversas direções. Suas flores surgem entre junho e setembro, elas são brancas ou levemente rosadas, dispostas em inflorescências terminais.


Originária da América do Sul, mais especificamente do Chile, Argentina e Peru. Vai muito bem em vasos de boca larga, bacias, porém desenvolve-se melhor em canteiros. Gosta de clima ameno, boa luminosidade (acima de 5 horas) e com leve umidade de solo e de ambiente. O solo deve ser leve, bem drenado e profundo.


Apresenta propriedade antibacteriana, antiespasmódica, febrífuga e sedativa. Popularmente, é utilizado em casos de amigdalite, asma, congestão de seio nasal, diarreia, dor de estômago, de garganta e dores de cabeça. O óleo essencial é utilizado para aromatizar sabão, óleo de banho e cosmético.




Onde podemos utilizar estas ervas? As folhas das três plantas dão um toque especial e refrescante em chás, sucos, e até mesmo patês, saladas e doces! Vejam abaixo duas deliciosas receitas.



Para você, qual sempre foi sua erva-cidreira verdadeira? Comenta aqui com a gente.



No nosso último vídeo do Canal do YouTube, veja dicas de poda e manutenção da Melissa officinalis.






3.937 visualizações4 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page