top of page

Confusões Botânicas | Conheça a erva-pepino

Desde que chegamos de Portugal, essa ervinha que cresceu em um dos vasos de Ficus lyrata me chamava atenção, ela me lembrava alguma planta conhecida que não sabia qual era.



E eis que um dia olhando as publicações do querido Guilherme do @matosdecomer achei a danada e descobri o porque me lembrava uma planta…erva-pepino (Parietaria debilis), uma planta do gênero Parietaria. Conheci esse grupo de plantas em Portugal com a queridas Maria da @a_recoletora e @fernandabotelho.plantas . Por lá, as mais comuns são Parietaria officinalis e P. judaica. Na época, elas estavam por todos os cantos, ou melhor, em todos os muros, é uma planta que nasce entre pedras, em locais que praticamente não há terra. Por isto, também é chamada de fura-paredes.


Fura-paredes (Parietaria judaica)


A palavra ‘parietária’ vem do latim e significa “planta que cresce em muros velhos”. E estas plantas são da família botânica Urticaceae, ou seja, são parentes das urtigas, porém não apresentam urticância (não picam) e são comestíveis tanto cruas como cozinhas. (todas as três que citei aqui). A parte inferior de suas folhas apresenta tricomas aveludados (“pilosidade”) e, por isto, suas folhas são auto-colantes :)


Seguindo para nossa erva-pepino daqui, ela leva esse nome por conta que o sabor das folhas e talos é similar ao da casca de pepino. Um pouco parecida com a Sanguisorba minor, chamada de pimpinela. Combina muito bem com pratos frios, como saladas, molhos, maionese e picles. Assim como as demais, é muito anti-inflamatória.



Erva-pepino (Parietaria debilis)



Depois que a conheci comecei a vê-la em diversos lugares nas ruas, então é mais comum que imaginamos. Procure por aí também.


Nosso #jardineirocanino adora comer suas folhas, está sempre lá no vaso mordiscando.


Quem já conhecia essas plantas?

113 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page