top of page

Série Passeios Botânicos | Paris e arredores

Mais um post da Série Passeios Botânicos. Dessa vez, a parada é em Paris e seus arredores.


Jardin des Plantes (Jardim das Plantas):

Sitiado no coração de Paris, esse é um passeio imperdível, mas que requer uma reserva de boas horas, são 3 hectares de jardim. As flores são as plantas de destaque, estando sempre presentes e mudando frequentemente a cada estação. São mais de 1000 variedades de plantas cultivadas. Esse foi o jardim que achei mais bem identificado não só de nome científico e popular das plantas, mas também de informações extras, como origem, botânica e usos delas. Conta ainda com um rosarium com mais de 170 variedades de rosas, três grandes estufas, jardim alpino (plantas de altitude), escola de botânica e zoológico e Museu de História Natural. Ou seja, dá para passar três dias facilmente por lá :)





Jardins do Palácio de Versailles:

Enquanto o Jardim das Plantas possui características de jardim inglês (saiba mais aqui), este já é um clássico no estilo francês com formas geométricas e topiarias. Como o nome já diz, ele fica no Palácio de Versailles, cerca de 40 minutos de trem de Paris. Seus jardins foram construídos por ordem de Luís XIV em 1661 e projetados pelo famoso paisagista André Le Nôtre, eles são considerados tão importantes quanto o palácio e demoraram mais de 40 anos para serem concluídos. Suas enormes proporções, perfeição e cuidado são algo impactante. Não tem como ser indiferente a eles, mesmo que não goste desse tipo de paisagismo.



Jardins de Monet:

Aqui quebro a promessa que fiz de falar de apenas locais que já fui. Ainda não sei porque todas as vezes que fui a Paris não consegui ir a Giverny (1h50 de Paris). Nunca fui, mas esse é meu jardim favorito, pois adoro a arte do Claude Monet e sua obsessão por retratar plantas. Foi lá que ele pintou os icônicos quadros The Walter-Lily Pond (falo “os” porque ele foi tão obsedado por retratar o mais fiel possível - impressionismo - que fez mais de 7 versões antes de ficar satisfeito com a última versão mais conhecida). O jardim engloba sua casa, que também pode ser visitada, na qual viveu mais de 40 anos. Por lá ainda encontram-se espécies botânicas plantadas por ele (), além de outras mais atuais. Andar por estes jardins é passear pelo cenários de suas inúmeras pinturas. Imperdível!





E aí, gostaram? Já foram a algum?


107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page