top of page

Diferença: biodegradável, compostável e oxibiodegradável

Quem busca uma linha de consumo mais sustentável, muito provavelmente, já se deparou com os termos biodegradável, compostável e oxibiodegradável, principalmente quando pensamos em embalagens. Vamos as diferenças então:


Biodegradável: o produto é feito de material capaz de se degradar em até 6 meses no meio ambiente, além disso, seus subprodutos não são tóxicos ao meio ambiente e nem se acumulam. Geralmente, são feitos a base de plantas, como as clássicas embalagens de mandioca.


Compostável: produtos ou embalagens capazes de serem colocadas na composteira e virarem alimento para as minhocas ou outros decompositores. Tudo o que é compostável é por definição também biodegradável, porém o contrário não é verdadeiro. Geralmente, a decomposicão desse material ocorre em até 60 dias. Por exemplo, aqui em casa escolhemos comprar a máquina de café Neo da Dolce Gusto, pois ela aceita exclusivamente cápsulas compostáveis como essas da foto.



Oxibiodegradável: aqui mora o perigo! O termo pode nos levar a pensar que é um produto ou embalagem biodegradável, mas não é. Ela leva esse nome porque a decomposição começa através do contato com a luz solar e calor, ou seja, oxidação e "desaparece" aos olhos em menos tempo que os materiais convencionais. Porém, os subprodutos continuam sendo tóxicos ao meio ambiente (por exemplo, corantes químicos) e acumulativos, gerando microplásticos. A dica? Fuja desse tipo de material, é o velho vestido de novo!

39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page